Fly Fishing

Amazônia e Flyfishing é uma combinação tão perfeita quanto morangos e chantilly, vinho e queijos, praia e cerveja! É algo que promove uma nova dimensão e perspectivas, mesmo para aqueles com larga vivência em pescarias na região! Mas para que essa experiência não se torne mais frustração que prazer, um equipamento corretamente dimensionado e adequado a cada situação de pesca se faz necessário.

Talvez você pense que o flyfishing é destinado apenas a peixes pequenos, especialmente a truta. Ledo engano! Com o equipamento e técnicas adequados é possível pescar desde pequenos lambaris até tubarões de uma tonelada. Especialmente para o tucunaré, inúmeras vezes o flyfishing foi superior ao baitcasting em quantidade e tamanho de peixes capturados entre pescadores de um mesmo grupo ou do mesmo barco! Essa é a grande jogada do flyfishing: dar ao pescador mais uma ferramenta para o sucesso da sua pescaria!

 Ao contrário do que apregoam alguns, o flyfishing não é uma modalidade cara! É possível dar os primeiros passos na modalidade com equipamentos simples e baratos. Porém, para a Amazônia, especialmente quando se pensa nos grandes tucunarés, não se pode economizar demais, sob pena de sequer se conseguir pescar! O tucunaré é um peixe que costuma levar o equipamento ao limite, famoso pela violência das arrancadas e brutalidade com que ataca as iscas! Para piorar a situação, é um peixe que “joga sujo”, correndo para locais em que pode cortar a linha ou enroscar a isca e se safar, como pedrais, galhadas submersas, etc.

 Essas características tornam o grande tucunaré um troféu tão cobiçado! Exige muita habilidade do pescador durante a batalha, travando o equipamento para evitar que corra para os locais de enrosco, controlando as corridas mais longas, forçando mudanças de direção para cansar o peixe. Equipamentos mais baratos irão se partir em muitos pedaços na primeira tentativa de frear um Açú que corre desembestado para dentro da floresta alagada!

   Dito isso, espero que os amigos façam a escolha pelo melhor equipamento que o orçamento permitir, pois isso irá se traduzir em prazer no arremesso e segurança na briga 

do peixe! Saliento, porém, que um equipamento BOM não é necessariamente o equipamento CARO! Há excelentes conjuntos de boas marcas e preços acessíveis que irão cumprir a missão com louvor!

 

Equipamentos

  • Vara – de 8´6 a 10′, de ação média-rápida à extra-rápida, #9 ou #10, preferencialmente em quatro partes, para facilitar o transporte (preço: de 400 a 2.500 reais). Uma vara é suficiente, mas uma vara reserva pode salvar a pescaria em caso de acidentes;
  • Linha – uma linha flutuante (floating) com peso concentrado na porção frontal da linha (weight forward), em numeração compatível com a vara (vara #10 = linha #10) (preço: de 100 a 250 reais). A linha é muito durável e pode durar muitas pescarias, salvo acidentes que venham a cortar ou ralar a linha. Se for possível, um conjunto com mais uma linha flutuante reserva e uma linha afundante (sinking) deixam o pescador mais garantido, além de permitir pescar em profundidades que uma linha flutuante não conseguiria atingir;
  • Carretilha – preferencialmente os modelos de carretel largo (large arbor) pois fazem com que a linha retenha menos “memória” e possuem recolhimento mais rápido. Com bom sistema de freio a disco (evite as que possuem apenas o freio “click” que são muito fracos) (preço: de 250 a 5.000 reais). Uma boa carretilha é suficiente, substituindo-se a linha caso esta venha se danificar ou queira colocar uma linha afundante para procurar peixes em profundidades maiores;
  • Backing – normalmente usa-se a linha de Dacron, um tipo de filamento de baixa elasticidade e pouco abrasivo. Serve rpara acomodar melhor a linha de fly na carretilha e servir como linha reserva em caso de peixes que dão longas corridas (ex: bicudas, cachorras largas). Cem metros de dacron de 30 libras são suficientes (preço: de 30 a 50 reais). Apenas o backing que vai na carretilha é suficiente;
  • Leader – ou líder, é a porção que conecta a linha de fly à isca (mosca), possuindo grande variação de tamanho e resistência. É montado em formato cônico, como um chicote, de modo a transferir corretamente a energia da linha de fly para a isca, permitindo o correto arremesso. Normalmente feitos de nylon, podem ser comprados prontos ou montados, juntando-se várias seções de linhas de nylon de diâmetros diferentes (preço: de 15 a 30 reais). É sempre prudente levar alguns leaders extras, pois na pesca do tucunaré, este é muito exigido. 4 leaders para uma semana de pesca devem bastar. Recomenda-se leader cônico de 9 a 10 pés de comprimento (2,70 a 3 metros) com resistência de 15 a 30 libras;
  • Tippet – é um pedaço de monofilamento de nylon colocado ao final do leader, que servirá de conexão entre o leader cônico e a mosca. Recomenda-se prender ao leader no sistema loop-to-loop (laçada em laçada) para facilitar sua troca rápida, pois esse pedaço de linha será substituído muitas vezes ao longo da pescaria. Para o tucunaré recomenda-se um tippet reforçado denominado shock tippet, cuja função é resistir à abrasão da serrilha que guarnece a boca do tucunaré, evitando que arrebente. Um carretel de monofilamento de fluorocarbon de 55lbs e 100 metros é suficiente (preço: de 25 a 150 reais);
  • Moscas – é como são chamadas genericamente todas as iscas feitas para serem usadas no equipamento de fly. Normalmente montadas em anzóis simples, eventualmente em anzóis duplos (moscas para pesca de salmão) e nunca em garatéias! Tem o poder de imitar praticamente tudo o que o peixe pode comer, desde minúsculos insetos até um peixe de meio metro. Os mais usados na Amazônia são os poppers, os divers e os streamers. Poppers e divers são iscas de superfície, que fazem barulho quando tracionados, imitando sapos, peixes se alimentando, coisas caindo na água, e atraem o peixe pelo som e movimento. Streamers são iscas de meia água e fundo, montados com pelos de animais ou fibras sintéticas, e que nadam imitando peixes, crustáceos, etc. Os modelos e variações são infinitos. Uma caixa bem suprida deve conter um bom sortimento de moscas, assim como são variadas as caixas de iscas artificiais dos pescadores de baitcasting. Uma observação: as moscas são muito mais frágeis que as iscas de bait, motivo pelo qual se deve levar uma boa quantidade daquelas consideradas “matadeiras”. É comum que após uma seqüência de capturas a isca volte desfigurada, demandando a sua substituição.

Estrutura

Pensando nos amigos Mosqueiros, nossos barcos de alumínio foram projetados por pescadores esportivos e construídos baseados depois de muitas horas de estudos para proporcionar um conforto acima dos padrões para os amantes do Fly Fishing, com grandes plataformas e casco semi-chato, oferece uma estabilidade incomparável com os barcos comuns.

* 06m de Comprimento

* Plataformas Grandes com 1,5m

* Sem enroscos para Linhas

* Caixas de gelo para bebidas

* Cadeiras Giratórias Removíveis

 

Recomendações Finais

  • Amasse as farpas do anzol e,quando estiver pescando ou praticando use SEMPRE óculos e chapéu/boné. Acidentes acontecem mesmo aos pescadores mais experientes. Basta uma rajada de vento ou uma distração momentânea para que a mosca em alta velocidade venha a colidir com a sua cabeça, rosto, olhos ou corpo. O anzol sem farpas facilita muito a retirada em caso de acidente e quase não interfere na captura dos peixes.
  • Com o equipamento comprado e montado, pratique antes da viagem. Quanto mais você treinar ANTES da viagem, mais você pescará NA viagem!
  • Pescar com mosca é muito mais fácil do que parece, mas foge do conceito de pescaria que estamos acostumados, por isso algum treino e familiaridade com o equipamento antes da viagem é recomendável para evitar apuros na hora H!
  • Procure a orientação de algum amigo que já pesca com mosca, para lhe ensinar os fundamentos básicos de arremesso. Se possível, faça um curso com um bom profissional, assista vídeos, leia livros e revistas.
  • Prepare-se para se tornar mais um apaixonado por essa fantástica modalidade de pesca!
  • A Vilanova Amazon tem pescadores com mosca experientes em seu staff para ajudá-lo a obter total satisfação em sua pescaria!
  • Textos Beto Akamine (copyright para Vilanova Amazon Anglers e Victor Vilanova)

Onde Comprar

Fly Shop Brasil